Cisco Live 2020 revela as respostas tecnológicas para a “nova normalidade”

Sob o lema “Possibilities”, o evento digital ofereceu sessões, palestras, seminários técnicos, formação e demonstrações a mais de 100 mil participantes em todo o mundo

 

Não há dúvidas de que a pandemia obrigou as empresas e os governos a adaptarem-se, em contrarrelógio, a um mundo digital. As prioridades tecnológicas alteraram-se e a estratégia passa agora pela combinação de quatro prioridades fundamentais: reinventar as aplicações, proteger os dados, automatizar as infraestruturas e facilitar o trabalho colaborativo.

No sentido de dar respostas a esta realidade, a Cisco acaba de revelar inovações em termos de redes, segurança, colaboração, aplicações, experiência do cliente e portefólio para PMEs. Adicionalmente, a empresa reforça o seu compromisso para com os esforços de recuperação da pandemia, ampliando os donativos (efetivos e de tecnologia) para uma quantia superior a 500 milhões de dólares. As novidades foram apresentadas durante o Cisco Live!, evento global que, este ano, foi totalmente digital.

 

Entre as novidades, destacam-se:

 

  1. Cisco Webex mantém os equipamentos conectados e reinventa o trabalho

Nos últimos meses, o Cisco Webex suportou uma procura sem precedentes por reuniões em vídeo com segurança e qualidade. Em abril, a plataforma alcançou 500 milhões de utilizadores em todo o mundo, que originaram 25 mil milhões de minutos de vídeo, mais do que triplicando o volume médio registado antes da crise.

 

Para garantir uma colaboração simples e segura em qualquer lugar, a Cisco amplia agora as capacidades de segurança do Webex, incluindo prevenção de perda de dados (DLP), proteção para todo o conteúdo das reuniões (gravações, transcrições...) e opções de encriptação end-to-end AES 256 Bit com modo GCM.

 

Por outro lado, o Webex Control Hub apoia os departamentos de TI na gestão de todas as cargas de trabalho de colaboração através de um único quadro de comandos, independentemente de os colaboradores se encontrarem em casa ou no escritório; e facilita métricas para saber a ocupação das salas de conferência e planificar a sua utilização e limpeza.

 

As novidades incluem, ainda, a integração com a Box como repositório de documentos, e também com os registos médicos eletrónicos da Epic, para oferecer aos pacientes cuidados seguros, mesmo em vídeo.

 

 

  1. Cisco SecureX simplifica a gestão da segurança

Disponível a nível global a partir de 30 de junho para todos os produtos de Segurança Cisco, o SecureX é a plataforma de segurança nativa na Cloud mais ampla e integrada do mercado. Conecta as soluções com a infraestrutura dos clientes numa só interface de comandos que unifica a visibilidade através da rede, os terminais, a Cloud e as aplicações.

 

Esta visibilidade unificada permite aos Chief Information Security Officers (CISOs) automatizar os fluxos de trabalho para os produtos de Segurança da Cisco e de terceiros, bem como resolver falhas e ameaças com maior rapidez, através da correlação da inteligência proveniente de diversas fontes com a telemetria dos dispositivos. O SecureX também automatiza os processos de ‘threat hunting’ através da inteligência contra ameaças da Cisco Talos.

 

A Cisco anunciou ainda a sua nova marca Cisco Secure, baseada nos princípios de simplicidade e ‘melhor segurança’ em vez de ‘mais segurança’, bem como novas melhorias e integrações de segurança, incluindo o Cloud Mailbox Defense para Office365, que reforça a proteção do email face a ameaças como phishing, ransomware, spoofing e spam.

 

  1. A Cisco facilita a adaptação dos negócios

A Cisco possui um novo portefólio de soluções focadas na habilitação de uma força laboral remota segura e de um local de trabalho de confiança:

 

  • Educação à distância: tecnologia de colaboração segura para ajudar a manter conectados os jovens e crianças que estão em regime de telescola.

 

  • Hospitais de campanha conectados: pacote de infraestruturas de TI que pode ser configurado e estar operacional num período máximo de 5 dias, para gerir o excesso de pacientes nos hospitais ou criar instalações temporárias.

 

Entre as soluções seguras para os colaboradores remotos encontram-se:

 

  • Contact Centers Remotos: tecnologia e serviços de implementação que permitem aos agentes de contact centers trabalhar em casa, mediante a utilização de soluções na Cloud ou o acesso remoto seguro aos escritórios.

 

  • Flexible Remote Access (acesso remoto flexível): tecnologia para que os colaboradores acedam à rede, aos dispositivos de colaboração e às aplicações.

 

  • Secure Remote Worker (colaborador remoto seguro): tecnologia que facilita a segurança do acesso remoto massivo, com ferramentas para analisar a capacidade atual da VPN, determinar um plano de implementação com tecnologia de Segurança Cisco e trabalhar no planeamento, desenho e configuração de uma rede VPN.

 

As soluções de confiança para o local de trabalho incluem:

  • Conectividade de escritórios remotos, ampliando a rede corporativa para locais próximos ou remotos, permitindo desfrutar de maior largura de banda, conectividade mais rápida e maior segurança.

 

  • Monitorização da densidade social, facilitando o distanciamento social no local de trabalho. Construída sobre o Cisco DNA Spaces – plataforma de análise com base na localização –, esta solução proporciona análises sobre a presença das pessoas em diferentes localizações, permitindo às organizações tomar decisões para promover a segurança no escritório.

 

  1. Redes otimizadas com análise e automatização

As inovações de redes baseadas na intenção da Cisco simplificam a automatização e proporcionam visibilidade e análises para manter os colaboradores conectados, produtivos e seguros. Entre as novidades, encontram-se:

 

  • Segurança nativa na Cloud para SD-WAN: graças à integração da rede SD-WAN com o Cisco Umbrella, as empresas podem proteger-se dos principais ataques web que surgem no modelo SaaS (software como serviço) e no acesso à Internet. O Cisco Umbrella oferece uma Secure Web Gateway (SWG), segurança da camada de aplicação DNS, firewall e funcionalidades Cloud Access Security Broker (CASB), tudo num mesmo serviço Cloud integrado.

 

  • Redes definidas pelo utilizador: com o Cisco User Defined Network, os departamentos de TI cedem aos utilizadores finais o controlo da sua própria partição de rede sem fios através do Cisco DNA Center. Os colaboradores podem incorporar os seus dispositivos de forma segura e controlar quais se conectam à sua própria partição pessoal da rede, através da aplicação mobile User-Defined Network.

 

  • Cisco DNA Spaces para o regresso ao escritório: esta plataforma de serviços de localização em interiores recebe agora novas ferramentas de análise de histórico e em tempo real, pensadas para apoiar a supervisão dos espaços de trabalho e o cumprimento das diretrizes de distanciamento social.

 

  1. Novas soluções para PMEs

As novidades do portefólio Cisco Designed dão resposta aos maiores desafios tecnológicos das PMEs: segurança no trabalho remoto, colaboração otimizada, monitorização do espaço de trabalho e gestão simplificada:

 

  • Webex Work, uma completa solução de colaboração na Cloud que combina funcionalidades de chamadas, reuniões e mensagens numa única subscrição, com um preço mensal flexível e atrativo para as PMEs (a partir de 19,95 dólares/mês).

 

  • Segurança de email reforçada com soluções como o Cloud Mailbox Defense para Office365, que protege contra phishing, ransomware, spoofing e spam.

 

  • Cisco Business Dashboard, apresentado uma nova versão desta ferramenta de gestão de rede, com interface de utilizador simplificada e alertas automatizados.

 

  • Novos Switches Empresariais que proporcionam uma conectividade flexível, fácil de configurar e segura, para as ligações dos colaboradores remotos e no escritório.

 

  1. 6.Outros anúncios

A Cisco também anunciou a disponibilidade do Experience Journey Map, uma nova funcionalidade da Cisco AppDynamics. Através de uma potente análise, oferece-se agora um “mapa de desempenho” das aplicações de negócio (web e mobile), permitindo às organizações saber exatamente o comportamento das aplicações através de cada passo da experiência dos clientes, resolvendo com rapidez os possíveis problemas.

 

Da mesma forma, também os novos serviços de CX (Customer Experience) para as novas formas de trabalho apoiam os parceiros e clientes para que invistam nas ferramentas e soluções necessárias para se manterem seguros, conectados e produtivos.

Share on Myspace
Realtime website traffic tracker, online visitor stats and hit counter