Análise Samsung Galaxy S8+

04 julho 2017
Análise Samsung Galaxy S8+

Olá mais uma vez! Se não ficaram satisfeitos com a análise do Samsung Galaxy S8 e queriam saber como se comportava o seu irmão maior, o Plus, digamos que vos...

Análise Samsung Galaxy S8

25 junho 2017
Análise Samsung Galaxy S8

Boas pessoal! Primeiro que tudo vamos notificar-vos que temos uma nova parceria no nosso website, pois agora podemos contar com a ajuda da Samsung para vos trazer análises de equipamentos...

Análise BQ Aquaris U Plus 3GB

25 janeiro 2017
Análise BQ Aquaris U Plus 3GB

Boas pessoal! Certamente que já tinham saudades de uma das nossas longas análises, sendo que hoje vos trazemos um novo smartphone da BQ! O smartphone que vos chega é o...

Cisco prevê mais tráfego IP nos próximos cinco anos do que em toda a história da Internet

A internet é constituída por milhares de redes públicas e privadas em todo o mundo. E, desde que se tornou real em 1984, é atravessada por mais de 4.7 Zettabytes1 de tráfego IP. É o mesmo que dizer que todos os filmes alguma vez criados atravessam as redes mundiais de IP em menos de um minuto.

Contudo, isto é apenas o início. Segundo o último relatório anual Visual Networking Index (VNI) da Cisco, em 2022 haverá mais tráfego a atravessar as redes globais do que em todos os “anos de internet” anteriores até ao ano de 2016. Por outras palavras, será criado mais tráfego em 2022 do que nos 32 anos que passaram desde a criação da internet.

 

De onde virá o tráfego? De todos nós, dos nossos equipamentos e da forma como utilizamos a internet. Até 2022, 60% da população global serão utilizadores da internet. Mais de 28 mil milhões de dispositivos e conexões serão online. E o vídeo preencherá 82% de todo o tráfego IP.

 

“A dimensão e a complexidade da internet continua a crescer de forma que nunca imaginámos. Desde o primeiro relatório VNI em 2005, o tráfego aumentou 56 vezes, acumulando 36% de crescimento anual, tendo em conta que mais pessoas, equipamentos e aplicações acedem às redes IP,” refere Jonathan Davidson, Senior Vice President & General Manager, Service Provider Business, da Cisco.

 

“Os fornecedores de serviços em todo o mundo estão focados na transformação das redes para melhor gerir e direcionar tráfego, enquanto oferecem experiências da mais elevada qualidade. A nossa investigação contínua ajuda-nos a obter e a partilhar informação valiosa sobre a tecnologia e as transições de arquitetura que os nossos clientes devem fazer para serem bem-sucedidos”, acrescenta.

 

Principais previsões para 2022

 

O VNI da Cisco analisa o impacto que utilizadores, dispositivos e outras tendências terão nas redes IP globais durante um período de cinco anos. De 2017 a 2022, a Cisco prevê:

 

 

1.- O tráfego IP global será três vezes maior

 

  • Espera-se que o tráfego IP global alcance os 396 Exabytes por mês até 2022 (122 Exabytes por mês em 2017), o que representa um tráfego anual de 4.8 Zettabytes para 2022.

 

  • Em 2022, a hora mais movimentada de tráfego de internet será seis vezes mais ativa do que a média. A hora de tráfego de internet mais agitada irá crescer cerca de cinco vezes (37% do crescimento anual) de 2017 a 2022, alcançando 7.2 Petabytes por segundo até 2022. Comparativamente, o tráfego médio de internet irá crescer cerca de quatro vezes (30% do crescimento anual) durante o mesmo período, alcançando 1 Petabyte em 2022.

 

2.- Os utilizadores globais de internet representarão 60% da população mundial

 

  • Existirão 4.8 mil milhões de utilizadores de internet até 2022, desde os 3.4 mil milhões contabilizados em 2017 (45% da população mundial).

 

3.- Os dispositivos de rede global e as conexões chegarão aos 28.5 mil milhões

 

  • Em 2022, existirão 28.5 mil milhões de conexões e dispositivos pessoais fixos e móveis (18 mil milhões em 2017) – o que equivale a 3.6 conexões/dispositivos por pessoa (2.4 em 2017).

 

  • Mais de metade de todos os dispositivos e conexões globais serão de máquina-para-máquina (M2M) em 2022, 34% em 2017. No total, haverá 14.6 mil milhões de conexões provenientes de TV’s inteligentes, acessórios, dispositivos, etc., 6.1 mil milhões contabilizados em 2017.

 

4.- A velocidade média da banda larga fixa e móvel e do Wi-Fi irá pelo menos duplicar

 

  • A nível mundial, a velocidade média de banda larga fixa irá multiplicar-se quase por dois entre 2017 e 2022, desde os 39 Mbps até 75,4 Mbps.

 

  • As velocidades médias das conexões Wi-Fi multiplicar-se-ão por mais de dois desde os 24,4 Mbps até aos 54 Mbps.

 

  • A velocidade média de banda larga móvel multiplicar-se-á por mais de três, de 8.7 Mbps até 28,5 Mbps.

 

5.- Vídeo, jogos e multimédia gerarão mais de 85% de todo o tráfego

 

  • O tráfego de vídeo irá multiplicar-se por quatro em 2022, representando 82% do total de tráfego IP, desde 75% em 2017.

 

  • O tráfego gerado por jogos irá multiplicar-se por novo entre 2017 e 2022, representando 4% do total de tráfego IP em 2022.

 

  • O tráfego proveniente de tecnologias de realidade virtual e aumentada utilizadas por consumidores e empresas crescerá exponencialmente. Em 2022, alcançará 4 Exabytes mensais, desde os 0,33 Exabytes mensais em 2017.

 

Crescimento de tráfego IP por regiões (2017 – 2022)

 

  • Ásia-Pacífico: 173 Exabytes mensais em 2022 (multiplicando-se por 4; crescimento anual de 32%).
  • América do Norte: 108 Exabytes mensais em 2022 (multiplicando-se por 3; crescimento anual de 21%).
  • Europa Ocidental: 50 Exabytes mensais em 2022 (multiplicando-se por 3; crescimento anual de 22%).
  • Europa Central e Oriental: 25 Exabytes mensais em 2022 (multiplicando-se por 3; crescimento anual de 26%).
  • Médio Oriente e África: 21 Exabytes mensais em 2022 (multiplicando-se por 6; crescimento anual de 41%).
  • América Latina: 19 Exabytes mensais em 2022 (multiplicando-se por 3; crescimento anual de 21%).

 

Metodologia do Relatório Cisco VNI

O relatório Cisco VNI baseia-se em análises e dados reais sobre a utilização de dados fixos e móveis elaborados por analistas independentes, com os quais a Cisco realiza as suas próprias estimativas sobre o tráfego IP global e a adoção de serviços. Pode aceder a uma descrição detalhada da metodologia utilizada no Relatório completo. O Relatório Cisco VNI completo inclui projeções e tendências globais, regionais e nacionais associadas com redes fixas e móveis. Também inclui informação adicional e análises sobre a IoT por setores verticais, adoção de IPv6, crescimento de tráfego por aplicação, padres de tráfego, implicações da tendência cord cutting, pontos de acesso Wi-Fi, rendimento da rede de banda larga e desafios de segurança da rede.

 

Share on Myspace
Realtime website traffic tracker, online visitor stats and hit counter