Análise Samsung Galaxy S8+

04 julho 2017
Análise Samsung Galaxy S8+

Olá mais uma vez! Se não ficaram satisfeitos com a análise do Samsung Galaxy S8 e queriam saber como se comportava o seu irmão maior, o Plus, digamos que vos...

Análise Samsung Galaxy S8

25 junho 2017
Análise Samsung Galaxy S8

Boas pessoal! Primeiro que tudo vamos notificar-vos que temos uma nova parceria no nosso website, pois agora podemos contar com a ajuda da Samsung para vos trazer análises de equipamentos...

Análise BQ Aquaris U Plus 3GB

25 janeiro 2017
Análise BQ Aquaris U Plus 3GB

Boas pessoal! Certamente que já tinham saudades de uma das nossas longas análises, sendo que hoje vos trazemos um novo smartphone da BQ! O smartphone que vos chega é o...

Dynabook: Uma Nova Era Digital Chega Ao Sector Fabril

A dynabook está a ver a próxima fase da transformação digital a chegar a toda velocidade ao sector fabril.

A transformação digital tem sido responsável por impulsionar as mudanças significativas no mundo industrial. A dynabook tem visto desta forma, os fabricantes a adotarem cada vez mais a digitalização. Isso acontece através de tecnologias como o cloud computing, o 4G e computadores 2-em-1, pois oferecem maior mobilidade, produtividade e segurança no local de trabalho.

Mais de metade dos fabricantes acreditam que é provável que um concorrente invista na transformação digital e obtenha vantagens competitivas nos próximos anos. O qual demonstra a importância das novas tecnologias neste setor. E devido ao ritmo acelerado da adoção digital, existe uma necessidade de um método de trabalho confiável, mas rápido também. Para isto, é preciso entrar na próxima fase da transformação digital: a transformação digital 2.0.

 

A chegada do 5G ao setor fabril, o aumento da velocidade e a capacidade de rede, vão permitir que mais funcionalidades inovadoras sejam administradas na rede e nas áreas do IoT. A partir disto, o 5G vai funcionar como catalizador para a convergência de múltiplas tecnologias e, assim, revolucionar o processo de fabrico. O IoT, a inteligência artificial, a realidade virtual e assistida e as soluções de mobile edge computing fornecem uma plataforma mais forte de adoção para a chegada iminente do 5G.

 

O mobile edge computing pode, também, desempenhar um papel importante nesta era de mobilidade, onde a força de trabalho desempenha funções em diversos locais, como é o caso do setor fabril. Este reduz a tensão operacional e a latência ao processar os dados mais críticos perto de sua origem. O IDC espera que, até 2022, mais de 40% das implementações de cloud nas empresas incluam edge computing.

 

Da mesma forma que os computadores e smartphones criaram um novo ambiente para os funcionários de escritório, o mobile edge computing o fará para os funcionários da primeira linha. Um exemplo disso é o dynaEdge com os smartglasses da dynabook, que já ajudam os trabalhadores de campo e de fábrica a desempenhar melhor as tarefas diárias e aumentar a eficácia na produção.

 

A oportunidade fornecida por esta nova onda de tecnologias também aumenta o desafio de manter a segurança do perímetro da rede. Um relatório da dynabook afirma que 72% dos fabricantes acreditam que a segurança de dados é um investimento prioritário. Já que os cibercriminosos estão a evoluir os métodos para capitalizar quaisquer potenciais pontos fracos na infraestrutura de TI.

 

É possível manter os dados protegidos através de soluções como o mobile edge computing, que permitem que a comunicação de dados seja localmente encriptada e traduzida por um protocolo de comunicação antes de ser enviado para a rede central da empresa através da cloud. No entanto, independentemente das soluções de segurança implementadas, nenhuma infraestrutura de TI é completamente segura.

Share on Myspace
Realtime website traffic tracker, online visitor stats and hit counter