Grupo ISQ participa em workshop promovido pela nasa

O Grupo ISQ participa no 14th Annual INTERNATIONAL WORKSHOP ON ENVIRONMENT AND ALTERNATIVE ENERGY, evento anual que debate a problemática do ambiente e energias alternativas, promovido pela National Aeronautics and Space Administration (NASA) em parceria com o Centro para a Prevenção da Poluição (C3P) e a Agência Espacial Europeia (ESA). A iniciativa decorre de 18 a 21 de Outubro no Jet Propulsion Laboratory (JPL), em Pasadena na Califórnia (EUA), e tem como temática principal: Increasing Space Mission Ground Infrastructure Resiliency through Sustainable Measures.

No evento o ISQ irá apresentar dois trabalhos focados na Utilização e Distribuição Eficiente da Água e Eficiência Energética em Edifícios. A participação nacional neste workshop contará ainda com quatro apresentações de alunos das universidades do Porto, Minho e Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, com soluções inovadoras que poderão ser adaptadas a novas tecnologias para utilização tanto no planeta terra como no espaço. Por seu lado, o ISQ irá demonstrar metodologias pioneiras e novas abordagens que têm vindo a ser desenvolvidas no âmbito de projetos de I&D Europeus em que o Grupo tem participado quer enquanto coordenador, quer como parceiro.

Trata-se de evento que irá proporcionar oportunidades de interacção e debate entre alunos, universidades e entidades europeias e norte americanas.

 

No geral, irão debater-se na Califórnia temas actuais relacionados com ambiente e energias alternativas e respectivos desenvolvimentos tecnológicos, desde a fase de investigação e desenvolvimento até à sua comercialização, como seja:

 

  • Water Resiliency Challenges and the Energy Water Nexus
  • Enhanced Resiliency of Ground Infrastructure through Sustainable Measures
  • Environmentally-Driven Changes to Aerospace Materials and Process Management

 

O Grupo ISQ participa no evento por ser associado e co-fundador do C3P, associação que tem como objecto a prevenção, protecção e promoção do meio ambiente, com especial incidência nos domínios industrial e de Investigação e Desenvolvimento (I&D). O C3P coopera com a NASA desde 2002, servindo como uma ponte entre a América e a Europa no domínio do ambiente, para a troca de informação e desenvolvimento de projectos conjuntos. Esta cooperação foi estabelecida através de um acordo entre o Ministério do Ambiente de Portugal e a NASA.

 


 

 

Portugal no Workshop da NASA

 

A primeira apresentação do ISQ versará sobre “Innovative Management Strategies for an Efficient Water Supply and Use (Estratégias de gestão inovadoras para a Utilização e Distribuição Eficiente da Água.)e a segunda sobre "Find the Gap in Energy Efficiency in Buildings (Eficiência Energética em Edifícios, nomeadamente sobre as causas dos desvios de desempenho)”.

 

Segundo Ricardo Rato, do Grupo ISQ e orador no evento “esta é uma participação muito importante, porque é em eventos desta dimensão que podemos demonstrar ao mundo que Portugal está na vanguarda no que respeita ao desenvolvimento de novas soluções nas áreas da utilização eficiente de recursos e da eficiência energética”.

 

Portugal estará ainda representada por quatro alunos, das Universidades do Porto, Minho e Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, cuja participação será suportada pela Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento (FLAD), que têm como missão apresentar os trabalhos desenvolvidos nestas mesmas áreas. Estas soluções inovadoras poderão ser adaptadas a novas tecnologias para utilização tanto no planeta terra como no espaço.

 

Da Universidade do Porto será Juliana Miranda Mitkiewicz a apresentar o projecto Design of a Novel Small Scale Solar-Biogas Hybrid System. Tem como princípio o desenvolvimento de um sistema de pequena escala, renovável e hídrico, que integra a energia solar e o biogás como fontes de energia. Este sistema tem como aplicação o fornecimento local de energia, com especial interesse para locais remotos, como aldeias isoladas em África.

 

Da Universidade do Minho surgem dois projectos a concurso, o primeiro de Maria Salomé Duarte, com a designação “Breakthroughs in Anaerobic Digestion of fat, oil, and grease (FOG)”, que consiste no desenvolvimento de uma tecnologia de digestão anaeróbica (DA), para a valorização de resíduos como gorduras e óleos em combustíveis. E um segundo da autoria de João Oliveira, com o nome de “Energy Potencial of Waste (Water) through Anaerobic Digestion” que tem como base a utilização da mesma tecnologia - a DA - em estações de tratamento de água. Desta forma as estações podem passar a produzir mais energia, em vez de serem apenas consumidores intensivos de energia, deixando assim de estar tão dependentes de fornecimento exterior.

 

Por fim, da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, o último projecto a ser apresentado pertence a Sara Freitas. O “Solar Photovoltaic Potential in the Vertical World” que trata o paradigma da integração de fotovoltaicos em edifícios no meio urbano.

 

Estes workshops sobre ambiente e energias alternativas são organizados anualmente, sendo a sua localização alternada todos os anos entre a Europa e os Estados Unidos da América.

Share on Myspace
Realtime website traffic tracker, online visitor stats and hit counter