Análise Samsung Galaxy S8+

04 julho 2017
Análise Samsung Galaxy S8+

Olá mais uma vez! Se não ficaram satisfeitos com a análise do Samsung Galaxy S8 e queriam saber como se comportava o seu irmão maior, o Plus, digamos que vos...

Análise Samsung Galaxy S8

25 junho 2017
Análise Samsung Galaxy S8

Boas pessoal! Primeiro que tudo vamos notificar-vos que temos uma nova parceria no nosso website, pois agora podemos contar com a ajuda da Samsung para vos trazer análises de equipamentos...

Análise BQ Aquaris U Plus 3GB

25 janeiro 2017
Análise BQ Aquaris U Plus 3GB

Boas pessoal! Certamente que já tinham saudades de uma das nossas longas análises, sendo que hoje vos trazemos um novo smartphone da BQ! O smartphone que vos chega é o...

Mazars aponta potencial de crescimento para as Telcos

A Mazars divulgou o “Futuro das Telcos”, um estudo que identifica quais os mercados a nível mundial onde há maiores oportunidades para os serviços financeiros móveis. O relatório – que analisa 17 mercados e dez variáveis relacionadas com o comportamento dos consumidores, penetração dos pagamentos móveis, regulação e infraestrutura – a China, o Reino Unido e os EUA emergem como os mercados com maior potencial. África do Sul, México e Índia ficam nos lugares mais baixos do Índice.

A Mazars, empresa internacional de consultoria e auditoria, anuncia a publicação do seu estudo “Futuro das Telcos: Ganhar a batalha da experiência do cliente. O caso dos serviços financeiros móveis”. Contendo insight de dez especialistas internos, o relatório revela como as empresas de telecomunicações se posicionam para fortalecer a lealdade do cliente e fazer crescer o seus resultados se forem capazes de usar as capacidades financeiras em mobile para moldar e incorporar a experiência integrada do consumidor.

Uma peça central do relatório, o Índice de Pagamentos Móveis da Mazars demonstra as oportunidades para as Telcos usarem os serviços financeiros móveis para ganharem a batalha pela experiência do consumidor. Dos 17 mercados analisados, os países que estão no topo 3 são a China, os EUA e o Reino Unido. Os três últimos classificados são a África do Sul, o México e a Índia.

 

Figura 1 Screen Shot do Índice de Pagamentos Móveis da Mazars

Julien Huvé, Head of Telecommunications Services no grupo Mazars observa que “o negócio das Telcos está a mudar. Conectar as pessoas já não é suficiente – em vez disso, as Telcos querem desempenhar um papel de liderança na formação da experiência dos consumidores. Ao usarem os seus devices para desbloquear automóveis partilhados ou autónomos e comprar sem ter de pegar na carteira física, os consumidores estão à beira de uma experiência integrada. É esta a oportunidade para as Telcos, que podem usar os serviços financeiros móveis para tornar as possibilidades em realidade”.

“O Índice de Pagamentos Móveis da Mazars revela quais os mercados que apresentam as maiores oportunidades e desafios para as Telcos procurarem fazer crescer o negócio e evoluir a sua oferta para além da simples conetividade e acesso digital”, acrescenta Huvé.

Ao analisar os mercados com base em dez variáveis diferentes relacionadas com a regulação e infraestrutura, comportamento do consumidor e penetração do pagamento móvel, o índice fornece uma base equivalente com a qual se pode comparar as oportunidades de serviços financeiros móveis a nível global.

O foco na China: uma sociedade sem numerário em ascensão

Classificada em primeiro lugar no Índice de Pagamentos Móveis da Mazars, a China está em grande vantagem no que diz respeito à utilização de pagamentos móveis: estes aumentaram dez vezes desde 2012. O mercado é continuamento definido e movido pelos seus dois gigantes tecnológicos: o WeChat Pay da Tencent e o Alipay da Alibaba.

Alguns dos principais números da China:

  • 6.8 mil milhões de dólares é o valor do mercado dos pagamentos móveis na China (2018)
  • 132% é a taxa registada de contas de pagamentos móveis entre a população (2017)
  • 13,5% de quota do mercado de pagamentos móveis para as Telcos
  • 9,2% é a percentagem da população que apenas usa serviços bancários móveis

 

Classificada em segundo lugar no Índice de Pagamentos Móveis da Mazars, a digitalização dos serviços financeiros nos EUA tem sido gradual. Apesar do mercado norte-americano ser fragmentado, oferece, ainda assim, excelentes condições para a implementação de serviços financeiros móveis. O Reino Unido emerge como um pioneiro europeu no Índice de Pagamentos Móveis da Mazars graças, acima de tudo, à sua forte performance em regulação e infraestrutura. A aproximação isolada proposta pelo regulador parece ser muito efetiva na promoção da inovação neste contexto.

 

 

Share on Myspace
Realtime website traffic tracker, online visitor stats and hit counter