Análise Samsung Galaxy S8+

04 julho 2017
Análise Samsung Galaxy S8+

Olá mais uma vez! Se não ficaram satisfeitos com a análise do Samsung Galaxy S8 e queriam saber como se comportava o seu irmão maior, o Plus, digamos que vos...

Análise Samsung Galaxy S8

25 junho 2017
Análise Samsung Galaxy S8

Boas pessoal! Primeiro que tudo vamos notificar-vos que temos uma nova parceria no nosso website, pois agora podemos contar com a ajuda da Samsung para vos trazer análises de equipamentos...

Análise BQ Aquaris U Plus 3GB

25 janeiro 2017
Análise BQ Aquaris U Plus 3GB

Boas pessoal! Certamente que já tinham saudades de uma das nossas longas análises, sendo que hoje vos trazemos um novo smartphone da BQ! O smartphone que vos chega é o...

Análise Kingston Datatraveler Elite 64 GB

Votos de utilizador:  / 0
FracoBom 

 

Fazendo uma pequena pausa nas análises de hardware mais complexo, temos aqui hoje uma análise de um dos elementos que se tornou mais comum no nosso dia-a-dia: uma pen USB. Mas esta pen que aqui temos hoje, em vez do habitual conector USB 2.0, é a aposta da Kingston para uma pen de alta capacidade com USB 3.0. E quais são as vantagens? Leiam o resto da análise para descobrir.

 

 

 

Primeiro contacto

A Kingston é uma marca muito conhecida no mercado da memória NAND flash, produzindo SSD’s, pen drives, memórias para pc entre outros. Possui várias gamas dos seus produtos, para irem de encontro às necessidades do polivalente mercado de utilizadores. Para esta análise temos um produto de elevada capacidade, a Kingston Datatraveler Elite 3.0 64 GB, que pretende ter um preço contido, mas oferecendo uma performance superior, devido à sua conectividade USB 3.0.

 

Especificações

Capacidades: 16GB, 32GB, 64GB

Velocidades: USB 3.0: 70MB/s leitura, 30MB/s escrita

USB 2.0: 30MB/s leitura, 25MB/s escrita

Garantia: 5 anos, com suporte técnico assegurado

Dimensões: 69.05mm x 21.6mm x 11.1mm (comprimento x largura x altura)

 

Embalagem

  

A embalagem na qual vem esta pendrive é bastante simples, sendo feita de cartão, e de um plástico que cobre a unidade USB. O cartão possui o logo da Kingston em grande plano, sendo que estão em destaque, em vermelho, também as velocidades que esta unidade consegue atingir em USB 3.0, assim como o facto de a mesma possuir 5 anos de garantia

 

Na parte traseira da embalagem, observamos as compatibilidades da pendrive com os vários sistemas operativos, sendo que é completamente compatível no modo USB 3.0 com todos, exceptuando o mac OS X 10.5, sendo reconhecida neste último apenas caso tenha uma placa de expansão USB 3.0. No modo 2.0, a mesma é compatível com todos os sistemas operativos. No caso do Windows, a velocidade USB 3.0 é assegurada a partir da versão Windows XP SP3.

Pendrive

 

Após retirarmos a pendrive da embalagem de cartão que a protegia, encontramos uma unidade que possui um aspecto agradável, que provêm da combinação de 3 cores diferentes. Como dito nas especificações, a Kingston possui versões de 16, 32 e 64 GB desta unidade, e pretende obter leituras na casa de 70 MB/s e velocidades de escrita na ordem dos 30 MB/s, utilizando o USB 3.0.

 

Relativamente ao material do qual é feita esta pendrive, a mesma é acabada em plástico de boa qualidade, e o sistema que permite a abertura da mesma também oferece uma sensação de solidez. O facto de a tampa não ter uma tampa que cubra o conector USB, pode significar que a mesma pode sofrer com a entrada de alguma sujidade, mas também assegura que os mais distraídos não a perdem. Em termos de tamanho, adequa-se perfeitamente a um bolso, mas é aconselhável a junção da mesma a um porta chaves, ou algo do género, de modo a evitar a perda da mesma (dica básica de qualquer pendrive).

 

O conector azul evidencia o facto de esta pendrive utilizar o USB 3.0.

Sistema de teste

A Kingston Datatraveler Elite 3.0 64 GB vai ser testada num portátil  HP Pavilion DV6-6190ep que conta com um Intel Core i7-2630QM e 4GB de ram DDR3, com o sistema operativo Windows 7 Home Premium SP1 com todos os updates até à data.

Resultados 

 

Relativamente aos testes de leitura realizados no HD Tune PRO, podemos obter que conseguimos obter um máximo de 60.5 MB/s e um mínimo de 51.6 MB/s, um valor largamente superior ao possível de conseguir com uma unidade 2.0.

 

Relativamente aos resultados obtidos no CrystalDiskMark 3.0.1, podemos observar que obtivemos valores muito agradáveis de escrita (48.11 MB/s) e de leitura (69.85 MB/s) nos testes sequenciais. Mesmo em 512K tem leituras boas, sendo que não está optimizada para trabalhar com ficheiros 4K, comuns em instalações de sistemas operativos.

 

Por curiosidade da sua performance no modo de compatibilidade USB 2.0, a Datatraveler foi testada em modo 2.0 no CrystalDiskMark. Como se pode facilmente observar, aquilo que sofreu um maior corte foi as velocidades de leitura, ainda que a escrita também tenha sofrido um corte considerável. Ainda assim será o suficiente para uma rápida troca de ficheiros entre pc’s.

 

Passando para o Aida64, podemos observar acima os resultados dos testes de leitura, providenciando mais uma vez resultados muito agradáveis ao longo dos vários testes.

 

Para terminar escolhemos o ATTO Disk Benchmark, e nele podemos observar que as promessas que a Kingston fez na embalagem se cumprem, pois os 30 MB/s de escrita estão garantidos, assim como a leitura muito próxima dos 70 MB/s.

Conclusão

Positivo

+ Sistema sem tampa

+ Exterior Apelativo

+ Performance agradável

Negativo

- Preço

Preço de venda médio: 85 € em Portugal

Sendo esta a primeira análise do Inside Geeks a uma pendrive USB, não possuímos fontes de comparação, o que irá certamente dificultar a classificação desta unidade. Ainda assim, temos de compreender que por 85 €, temos 64 GB (60 GB reais) que cabem facilmente na palma da nossa mão, evitando assim o uso desnecessário do transporte de discos rígidos. Pode não ser o topo de gama na qualidade de construção, nem ter a maior performance, mas também não é para esse mercado que a Kingston dirige esta unidade. Esta unidade visa apelar a todos os que pretendem gastar apenas o necessário para ter uma pendrive USB de alta capacidade, sem comprometer a qualidade. Para além disso, a massificação do USB 3.0 nos computadores pessoais ainda está longe de estar completa, portanto, visto que esta unidade quase atinge os máximos teóricos do USB 2.0, está pronta para todos os computadores. Assim sendo, por aquilo que obtivemos, podemos recomendar esta unidade USB, ainda que tal pode ser revisto, caso analisemos outras propostas.

Performance: 8/10

Preço:7/10

Qualidade de Construção: 8/10

Geral: 8/10

 

 

Agradecemos à Kingston pela amostra do produto gentilmente cedida para análise.

Share on Myspace
Realtime website traffic tracker, online visitor stats and hit counter