Análise Samsung Galaxy S8+

04 julho 2017
Análise Samsung Galaxy S8+

Olá mais uma vez! Se não ficaram satisfeitos com a análise do Samsung Galaxy S8 e queriam saber como se comportava o seu irmão maior, o Plus, digamos que vos...

Análise Samsung Galaxy S8

25 junho 2017
Análise Samsung Galaxy S8

Boas pessoal! Primeiro que tudo vamos notificar-vos que temos uma nova parceria no nosso website, pois agora podemos contar com a ajuda da Samsung para vos trazer análises de equipamentos...

Análise BQ Aquaris U Plus 3GB

25 janeiro 2017
Análise BQ Aquaris U Plus 3GB

Boas pessoal! Certamente que já tinham saudades de uma das nossas longas análises, sendo que hoje vos trazemos um novo smartphone da BQ! O smartphone que vos chega é o...

Análise Nokia Lumia 820

Hoje temos para análise um smartphone com o novo Windows Phone 8, da marca cujos equipamentos são conhecidos por ser mais que fiáveis. Será que será esta a receita de sucesso para voltar a colocar a marca finlandesa no topo do mercado de telemóveis? Com tantas dicas, certamente já perceberam de quem estamos a falar. É pois a Nokia, que nos apresenta aqui o seu Lumia 820, o modelo abaixo do topo de gama 920, mas que perde muito poucas características, sendo que deixará o nosso bolso certamente mais feliz. Vamos então ver com o que podemos contar da parte deste Lumia 820.

 

 

Primeiro contacto

 

Como devem de saber a Nokia passou um longo período de problemas recentemente, pois o seu sistema operativo Symbian, não conseguia rivalizar com o Android, entre outros sistemas operativos mais avançados. Assim sendo, e de modo a recuperar a quota de mercado que perdeu com o tempo, a Nokia aliou-se à Microsoft, sendo que agora os seus modelos topo de gama vêm com o novo Windows Phone 8 incluído. Para além disso, temos as características que fazem valer a pena comprar um Nokia, como excelentes câmaras fotográficas, entre outras propriedades multimédia. Tudo com excelente integração devido ao completamente novo Windows Phone 8, mas isso será algo que iremos abordar mais à frente.

Especificações

 

Especificações retiradas do site Gsm Arena

Embalagem

Como começa a ser norma, cada vez as marcas apostas em caixas mais amigas do ambiente, poupando ao máximo os recursos, ao reduzir o tamanho das mesmas. Aqui temos a frontal da caixa deste Lumia 820, onde temos num fundo azul, três Lumias 820 de cores diferentes, juntamente com o nome do modelo, muito subtil, no canto superior esquerdo.

Na lateral temos o resto das cores disponíveis, para um total de sete cores, sendo que as capas são intermutáveis.

A parte de trás da embalagem informa-nos acerca do centeúdo desta embalagem, das características deste smartphone, juntamente com algumas informações sobre a Nokia nas redes sociais. Temos ainda a indicação que a embalagem é 100% reciclável.

A outra lateral mostra mais uma vez o nome Lumia e o dispositivo em questão.

Na parte de baixo, temos informações sobre o IMEI, entre outros detalhes.

O telemóvel vem bem acomodado na embalagem.

Nesta pequena embalagem vêm os manuais

Aqui uma melhor vista aos acessórios.

Aqui resumimos o conteúdo da caixa: um Lumia 820, manuais de instruções, IEM (in-ear monitors, ou seja, os phones com borrachinhas), um cabo micro-USB e um carregador com entrada para USB.

Uma embalagem que contêm aquilo que vêm a ser norma neste mercado de topo.

Nokia Lumia 820

Aqui temos o Nokia Lumia 820 em todo o seu esplendor, com o ecrã de 4.3 polegadas AMOLED, apesar de ser bastante largo para um aparelho deste tamanho. Isto será provavelmente devido à traseira amovível, ou à grande bateria, ainda que pode ser grande de mais para alguns. De lembrar também que isto vem com o peso de 160g, o que para mim, pessoalmente, até é preferível pois sei que o tenho na mão e sinto o mesmo seguro. Temos de frente o botão de retroceder, o botão Windows e o de pesquisa.

Não há como dizer que este Lumia se encontra mal conseguido. A qualidade de construção segue aquilo que esperaríamos da Nokia, sendo que o telemóvel transmite um “feeling” muito bom. Aquilo que se pode tornar incómodo será o seu tamanho, pois certos bolsos poderão não gostar do Lumia, por ser um pouco “grande”.  Temos uma câmara frontal no topo do aparelho, junto da marca Nokia.

Do lado direito do Lumia, temos da esquerda para a direita, o botão de câmara, o botão de power e o controlador de volume.

O topo encontra-se bastante simples, contando apenas com uma entrada jack 3.5 mm.

Mais simples ainda o lado esquerdo, completamente desprovido de botões.

Aqui temos a traseira do aparelho, sendo que podemos observar duas aberturas na parte inferior. Uma delas serve para o cabo micro-usb sendo que a outra é a coluna.

Um pequeno zoom à zona da câmara (lente Carl Zeiss) e o flash duplo LED.

E se há algo único neste smartphone, pelo menos que vem contra a tendência dos designs integrados tudo em um, é o facto de ser possível retirar a capa traseira e alterar a bateria. Isto permite que haja toda uma panóplia de capas oficiais diferentes, todas elas com a capacidade de carregar o Lumia sem fios! Basta coloca-lo em cima do carregador adequado (comprado à parte) e voilá! Temos bateria sem a trapalhada dos fios.

Por baixo da bateria temos a entrada para o micro sim e o micro sd, que só perde por não ser “hot-swappable” (isto é, para o retirarmos, temos de desligar o telemóvel).

Aqui o Lumia 820 já nos tiles do Windows 8.

Windows Phone 8

Já que este SO é relativamente recente, vamos ver o que trás de adicional relativamente aos anteriores Windows Phone, mais concretamente o Windows Phone 7.8 . Temos suporte agora a processores multicore, estando o SO especialmente desenhado para eles, juntamente com outras características no que toca a hardware (suporte a maiores resoluções, cartões microSD removíveis, suporte a NFC, entre outros). Isto tudo suportado por updates over the air, ou seja, disponíveis para download e aplicar em qualquer local. Para além disso a integração está melhor que nunca, com tudo disponível num “azulejo” (ou tile) no ecrã principal. Após download, é possível obter também a integração total do Skype. Temos também a evolução do browser, tendo agora o Windows Phone 8 disponível o Internet Explorer 10.

São várias as vantagens, mas, alguma, como a de integração, só se pode dar o devido valor aquando da utilização. E acreditem que nunca foi tão fácil aceder a diversos conteúdos através de um homescreen.

Utilização

Começando pelo ecrã, digamos que os 480x800 já parecem ultrapassados, mas compensa isso com uma legibilidade ao sol excelente, juntamente com bons ângulos de visão. O facto de ser AMOLED ajuda também o sistema da Microsoft, pois os live tiles no ecrã do AMOLED ganham outra vida. O contraste é também muito bom, sendo as 4.3 polegadas uma medida muito boa para um smartphone (aquela que penso ser o compromisso perfeito entre função e tamanho).

Em termos de ergonomia, temos uma enorme carcaça de plástico, que apesar de ranger um pouco mais que o que devia aquando da sua abertura, dá um toque excelente à traseira do smartphone, fazendo com que pegar neste Lumia 820 seja um prazer.

No que toca ao ambiente Windows Phone 8, a Nokia fez por valer a sua parceria com a Microsoft, ao assegurar que os seus utilizadores poderiam desfrutar de certas mordomias. É certo que temos acesso a tudo o que normalmente teríamos, mas temos mais. Temos Nokia música e Nokia Conduzir (aplicação de música e de GPS, respectivamente) que são superiores ás opções por defeito. A Nokia conduzir é um assistente de navegação que oferece algumas características superiores à opção de base. Mas a grande vantagem em termos multimédia é certamente o Nokia Música, através do mix radio. Este serviço disponibiliza música através da Internet, sem muitas das limitações que normalmente estão associadas. Temos organizações por género, popularidade, entre outros, sendo que a variedade disponível é enorme. O único pequeno contra será a qualidade de som que não é a melhor, mas para quem privilegia tal, a Nokia oferece o serviço com uma mensalidade que oferece mais opções. As músicas podem ficar guardadas no telemóvel durante alguns períodos de tempo. É claro que podemos utilizar as nossas próprias músicas também. Apesar de a mim não me fazer falta, também é de notar a falta de um rádio FM, nada que não possa ser colmatado pelas rádios online.

Para além disso, todo o ecossistema Windows Phone 8 com as suas “tiles” é bastante bem aguentado pelo CPU Dual Core, que nunca dá sinal de fraquejar.

A integração com o Facebook também é muito boa, sendo que através da parte de envio de mensagens é possível falar com os amigos de Facebook, ou os nossos contactos de telemóvel, sendo que temos uma pequena indicação que nos diz de onde proveio a mensagem.

Também o email se encontra muito bem integrado.

A navegação na internet faz-se sem qualquer tipo de problema, visto que o IE10 incluído é bastante rápido e já inclui render de páginas por hardware. O pinch and zoom, ou simplesmente a visualização de sites, ocorre rapidamente e de modo confortável.

 A visualização de filmes ou música é feita sem problema no leitor multimédia de base, sendo que existe um equalizador que permite modificar o som ao nosso gosto ou ainda Dolby Headphone, uma característica tão apreciada por muitos para a visualização de filmes. Ainda assim, para os mais audiófilos, ainda não é este o aparelho que vos vai fazer deixar o vosso leitor dedicado de mp3 em casa. Para os menos exigentes, cumpre, e com todas as características multimédia, é uma adição excelente!

Falar de Windows Phone 8 é também falar de Skydrive, e com ele a integração que temos em todos os artigos de multimédia por nós captados. De facto, temos a opção para guardar tudo no nosso Skydrive.

Terminando agora a secção do lazer, é claro que se nota ainda uma clara falta de aplicações relativamente aos outros dois sistemas operativos que dominam, mas isso é algo que ficará resolvido com o tempo (esperemos). Ainda assim é possível encontrar os usuais jogos casuais, em que temos até um período de teste para jogos pagos, algo muito bom, pois se quiser comprar algo, terei de o testar primeiro, para ver se merece o meu dinheiro.

Falando pois da qualidade de chamada (sim, pois isto ainda tem essa maravilhosa funcionalidade), é excelente, sem qualquer problema na recepção. Para atender alguém basta deslizar a foto de contacto que aparece aquando da chamada, para cima, e de seguida clicar no botão para atender, de modo a evitar aceitar chamadas sem querer.

Para nunca faltarmos aos nossos compromissos, os avisos do calendário aparecem-nos no ecrã de bloqueio, sendo que somos relembramos ao longo desse dia.

É nos oferecida a integração do Office no Windows Phone 8, que nos permite a visualização de documentos sem qualquer problema de compatibilidade.

No que toca ao ecrã de bloqueio, temos uma imagem, juntamente com as horas, data e dia da semana, num aspecto muito limpo, sendo que para desbloquear o telefone simplesmente deslizamos a imagem para cima.

Falando por último da câmara fotográfica e de vídeo, penso que não possa fazer muito mais do que deixar aqui exemplos.

Com Flash (interior)

Sem Flash (interior) 

 

Como podem observar a câmara de vídeo é muito boa, gravando a 1080p, contudo a câmara fotográfica é boa, mas não excelente, sendo que por exemplo a fotografia do iPhone 5 é superior. De resto, é uma questão de observar que a redução de ruído retira algum detalhe, sendo o resto agradável. Ainda assim essa redução de ruído é apenas notada em crops de macros, sobretudo.

Em termos de conectividade estamos munidos de quad-band GSM/GPRS/EDGE, quad band 3G com HSPA e penta band 4G LTE. Também temos Wi-Fi Direct e hotspot com Wi-Fi a/b/g/n dual band e Bluetooth stereo. Finalizando com NFC, não podíamos pedir mais.

 

Este Lumia 820 foi a minha primeira interacção com o mundo de Windows Phone 8 e certamente já me fez ponderar se não iria investir num equipamento com este sistema operativo, apesar de ser utilizador ferrenho de android. Para além disso está cheio de pequenos truques, quer sejam da Nokia ou do próprio Windows Phone 8.

Conclusão

Positivo

+ Estética

+ Qualidade de Construção

+ Ambiente Windows Phone 8

+ Completa integração de serviços

+ Nokia Music

 Negativo

- Limitações a nível de aplicações Windows Phone 8

- Variedade de Androids a preço semelhante

Preço de venda médio: 539,90 € em Portugal (Livre)

Performance:9/10

Preço:8/10

Qualidade de Construção: 9/10

Geral: 9/10

 

Devo de dizer que comecei esta análise muito reticente, apesar de também possuir muita espectativa, acerca deste Lumia, pois se a Nokia tivesse feito uma aposta correcta, podia ser este o telemóvel que poderia voltar a trazer a Nokia para a luz dos holofotes, por assim dizer, pois poderia conseguir rivalizar com as outras marcas e as suas armadas de “andróides”. O veredicto? Conseguiu, e apesar de ainda precisar de limar algumas arestas, nunca me senti tão à vontade com um smartphone. A Nokia conseguiu aproveitar esta excelente integração do Windows Phone 8 para se fazer voltar à ribalta, sendo que é algo de obrigatório para os amantes de redes sociais, devido ao modo como se introduzem facilmente no menu inicial. E poder contar com música em qualquer lado, devido ao serviço da Nokia que é algo de formidável (lembrem-se que é necessário uma ligação de dados).

Esta experiência fez-me sentir que muitas pessoas não sabem o que estão a perder por nunca terem experimentado um smartphone com Windows 8, visto que tudo flui tão naturalmente, que todos os outros sistemas operativos parecem demasiado complicados (mais voltado para o Android). E foi este Lumia que me fez repensar na aquisição do meu próximo aparelho, pois penso que muito certamente, um aparelho Windows Phone 8 é algo a ponderar. A Nokia voltou e está forte! Este Nokia Lumia 820 merece o nosso selo de recomendado pelo InsideGeeks.

Agradecemos à representante da Nokia pela amostra do produto gentilmente cedida para análise.

 

Como podem observar a câmara de vídeo é muito boa, gravando a 1080p, contudo a câmara fotográfica é boa, mas não excelente, sendo que por exemplo a fotografia do iPhone 5 é superior. De resto, é uma questão de observar que a redução de ruído retira algum detalhe, sendo o resto agradável. Ainda assim, a redução de ruído não se nota, a não ser que se faça crops de macros. Temos também uma tecnologia muito interessante por parte da Nokia, que é o Smart Shoot, que permite tirar várias fotos de rajada e escolher aquela que achamos que ficou melhor. Podemos também escolher a melhor cara, ou, simplesmente, retirar objectos.

Em termos de conectividade estamos munidos de quad-band GSM/GPRS/EDGE, quad band 3G com HSPA e penta band 4G LTE. Também temos Wi-Fi Direct e hotspot com Wi-Fi a/b/g/n dual band e Bluetooth stereo. Finalizando com NFC, não podíamos pedir mais.

Este Lumia 820 foi a minha primeira interacção com o mundo de Windows Phone 8 e certamente já me fez ponderar se não iria investir num equipamento com este sistema operativo, apesar de ser utilizador ferrenho de android. Para além disso está cheio de pequenos truques, quer sejam da Nokia ou do próprio Windows Phone 8.

Conclusão

Positivo

+ Estética

+ Qualidade de Construção

+ Ambiente Windows Phone 8

+ Completa integração de serviços

+ Nokia Music

 Negativo

- Limitações a nível de aplicações Windows Phone 8

- Variedade de Androids a preço semelhante

Preço de venda médio: 539,90 € em Portugal (Livre)

Performance:9/10

Preço:8/10

Qualidade de Construção: 9/10

Geral: 9/10

 

Devo de dizer que comecei esta análise muito reticente, apesar de também possuir muita espectativa, acerca deste Lumia, pois se a Nokia tivesse feito uma aposta correcta, podia ser este o telemóvel que poderia voltar a trazer a Nokia para a luz dos holofotes, por assim dizer, pois poderia conseguir rivalizar com as outras marcas e as suas armadas de “andróides”. O veredicto? Conseguiu, e apesar de ainda precisar de limar algumas arestas, nunca me senti tão à vontade com um smartphone. A Nokia conseguiu aproveitar esta excelente integração do Windows Phone 8 para se fazer voltar à ribalta, sendo que é algo de obrigatório para os amantes de redes sociais, devido ao modo como se introduzem facilmente no menu inicial. E poder contar com música em qualquer lado, devido ao serviço da Nokia que é algo de formidável (lembrem-se que é necessário uma ligação de dados).

Esta experiência fez-me sentir que muitas pessoas não sabem o que estão a perder por nunca terem experimentado um smartphone com Windows 8, visto que tudo flui tão naturalmente, que todos os outros sistemas operativos parecem demasiado complicados (mais voltado para o Android). E foi este Lumia que me fez repensar na aquisição do meu próximo aparelho, pois penso que muito certamente, um aparelho Windows Phone 8 é algo a ponderar. A Nokia voltou e está forte! Este Nokia Lumia 820 merece o nosso selo de recomendado pelo InsideGeeks.

Agradecemos à representante da Nokia em Portugal pela amostra do produto gentilmente cedida para análise.

Share on Myspace
Realtime website traffic tracker, online visitor stats and hit counter