News Show SP2

Análise Samsung Galaxy S8+

04 julho 2017
Análise Samsung Galaxy S8+

Olá mais uma vez! Se não ficaram satisfeitos com a análise do Samsung Galaxy S8 e queriam saber como se comportava o seu irmão maior, o Plus, digamos que vos...

Análise Samsung Galaxy S8

25 junho 2017
Análise Samsung Galaxy S8

Boas pessoal! Primeiro que tudo vamos notificar-vos que temos uma nova parceria no nosso website, pois agora podemos contar com a ajuda da Samsung para vos trazer análises de equipamentos...

Análise BQ Aquaris U Plus 3GB

25 janeiro 2017
Análise BQ Aquaris U Plus 3GB

Boas pessoal! Certamente que já tinham saudades de uma das nossas longas análises, sendo que hoje vos trazemos um novo smartphone da BQ! O smartphone que vos chega é o...

Análise Samsung Galaxy S8+

Olá mais uma vez! Se não ficaram satisfeitos com a análise do Samsung Galaxy S8 e queriam saber como se comportava o seu irmão maior, o Plus, digamos que vos podemos ajudar. Esta análise vai servir mais de complemento e poderá parecer muito similar à que realizamos anteriormente (https://tinyurl.com/y9e4gvps). Assim sendo vamos analisar o seu irmão maior o Galaxy S8 Plus. O que temos neste flagship da Samsung? Um ecrã de 6.2 polegadas curvo e uma bateria de 3500 mAh, são as principais diferenças para o flagship de tamanho regular. Que outras diferenças podem encontrar? Resta ler a review.

 

 

Primeiro contacto

A Samsung é uma marca que domina o mercado português de smartphones, juntamente com a Apple. É aquela marca que toda a gente pensa quando pensa num flagship Android, sendo que o Galaxy S8 Plus não é excepção. Ele pretende manter a Samsung na ribalta, sendo que a adoção completa do ecrã curvo para ambas as versões de topo (S8 e S8+) vai ajudar.

Especificações

 

 

Especificações retiradas do site Gsm Arena

Unboxing e First Touch

 

Observando a embalagem do Galaxy S8 Plus vemos que toda ela é dominada pelo preto, com especial detalhe para o S8 Plus em azul.

Na traseira é possível ler alguma das especificações deste smartphone.

Já na lateral vemos a cor do smartphone que nos chega na versão Arctic Silver.

Assim que removemos a capa exterior, onde temos o logo S8 Plus a Azul, abrimos a embalagem de cartão e encontramos o Samsung Galaxy S8 Plus a repousar.

Observando os conteúdos da embalagem é possível observar da esquerda para a direita: manuais e pino para retirar o tray de SIM, onde mais direita vemos o carregador de carregamento rápido com 5V/2.0A ou então 9V/1.67A, que correspondem à norma Qualcomm QuickCharge 2.0. A meio temos o cabo USB type C, assim como o temos um conector de USB type –C para USB size A,e um Type-C para microUSB. O grande destaque é sobretudo os In-Ear monitors incluídos que são da AKG (devido à aquisição da Harman), presumindo então que serão um pouco melhores do que os auriculares tipicamente incluídos com os smartphones. Tanto a nível sonoro como de qualidade de construção são uma adição muito interessante a este kit.

 

 

Samsung Galaxy S8 Plus

 


Este é o Samsung Galaxy S8 Plus. A nível de dimensões, podemos contar com 159.5 x 73.4 x 8.1 mm, não tendo este S8+ muita competição ao nível de Phablets pois algo com tanto ecrã para estas dimensões ainda não é possível, tudo isto com um ecrã de 6.2 polegadas e extremamente simétrico. Apesar de ser mais difícil colocar este S8+ no bolso, é perfeitamente possível fazê-lo, mas sinto que o local onde este dispositivo se encontra em casa é no bolso interior de um Blazer, por exemplo. A nível de peso temos 173g, que apesar de parecer um valor algo elevado na balança, não o é certamente quando se contra distribuído pela área que o S8+ ocupa.

Falamos de detalhes, mas não são estes que fazem o smartphone… Começando pela parte frontal vemos que existe algo em falta… os utilizadores mais assíduos de smartphones Samsung irão perguntar onde está o botão home que até agora tem sido uma presença obrigatória? Digam olá ao Infinity Screen, um trunfo que a Samsung utilizou neste S8+, fazendo desaparecer os botões físicos e convertê-los para botões on-screen, de modo a ter toda a parte frontal deste equipamento como ecrã. Esta escolha é muito bem vinda pois permite ter mais espaço para o ecrã, sem aumentar o tamanho do smartphone. Ecrã de tecnologia AMOLED com 6.2 polegadas de diagonal (que com um rácio de 18.5:9 tem algo que se lhe diga),  com resolução 1440 x 2960, com Gorilla Glass 5, o que resulta em  529 ppi. É possível encontrar também na parte superior a remodelada câmara de 8Mpix com Autofocus, uma melhoria relativamente à câmara de 5MPix e foco fixo que encontramos no S7.

Começando a ver o que temos de interesse a nível óptico, aqui temos a câmara de 12 MPix com gravação de vídeo a 4K, juntamente com captura simultânea de fotos a 9 MPix. Podem preferir também gravação de vídeo a 60fps a 1080P, que este Galaxy S8+ também o faz, sem qualquer tipo de problemas. Um flash LED ajuda na captação de imagens em ambientes de luz mais reduzida. Mas esperem, o que está ali ao lado da câmara? Certamente não será um sensor de impressão digital? Nesta localização tão pouco… natural. Mas a verdade é que a remoção do botão home fez com que a Samsung tivesse de recolocar o sensor nesta posição, que simplesmente não é óptima derivado de muitas vezes o nosso dedo ir parar à câmara em vez do local correcto! E neste S8+ com as suas dimensões superiores… a seu acesso torna-se ainda mais difícil que no seu irmão mais pequeno!

 

Na parte inferior do S8+ encontramos o jack de 3.5mm, ao centro temos o conector USB type-C 1.0 e a direita as colunas.

A parte superior da S8+ revela a localização do slot para o sim nanoSIM e para o cartão microSD (ou então um segundo SIM nas versões que o permitirem). Temos também a ranhura do microfone na parte acima.

Por fim esta pequena foto permite ter uma melhor percepção dos tamanhos do Galaxy S8 (em cima) e do Galaxy S8+, em baixo.

 

Utilização

Após ter feito esta visão geral do que o S8+ é a nível de hardware e a nível estético, vamos ver o que temos no interior deste S8+, no que toca a software. A nível de sistema operativo somos presenteados com o Android Nougat, versão 7.0, do android com a skin da Samsung que se encontra renomeada de Samsung UX, renovada para o S8 e S8+. Outra adição interessante é o ecrã “Always On Display”, que permite mesmo com o telefone em Standby aceder a algumas informações, como horas ou mesmo música.

Como já foi visto com o S8, de modo a desbloquear o S8+ temos diversas opções: podemos utilizar o sensor de impressão digital que, como já havia sido dito anteriormente, se encontra numa posição um pouco fora de mão (ou deveremos dizer… fora de dedo!), uma vez que vão tocar na câmara algumas vezes até se habituarem. Outra hipótese é o reconhecimento facial que resulta relativamente bem até com a utilização de óculos. A grande novidade é o reconhecimento de íris (que é exclusivo do reconhecimento facial, ou seja, ou se utiliza um ou outro). Por fim podem utilizar o velho método de um padrão ou PIN. Ainda assim o reconhecimento de íris e facial funcionam ambos muito bem, permitindo adicionar uma camada de segurança extra.

Mais uma vez, no que toca a aplicações incluídas da Samsung temos a possibilidade de não as instalar todas, sendo que foi a rota que escolhi, tendo apenas o Samsung Connect e Galaxy Apps incluídos. Mas ainda assim, num contacto inicial tive um pequeno contacto com o Samsung Browser que inclui uma característica de armazenamento de passwords com os dados biométricos, algo que seria uma adição agradável para um Google Chrome, por exemplo. Ainda assim, dado que não é possível sincronizar com os dados do Chrome, vi-me a utilizar mais este último browser. Das restantes aplicações, a mais promissora seria certamente o Bixby, o “mordomo” novo da Samsung, que iremos apresentar melhor mais adiante. Ainda que se tenha vindo a revelar algo de monótono e que não adiciona nada de novo.

Temos também o kit de aplicações da Microsoft que vem agora incluído com os smartphones Samsung, que conta com o Word, Excel, PowerPoint e OneDrive.

Sendo o Samsung Galaxy S8+ um dispositivo que se encontra quase na gama de dimensões de Phablets, poderíamos pensar que a sua utilização seria um pouco desconfortável, mas o facto de este dispositivo ter as extremidades curvas ajuda muito na sua utilização. Para quem possua mãos grandes é possível utilizar o S8+ com uma só mão, sendo que temos também um modo de uma mão que vê reduzida a área de utilização do smartphone, de modo a permitir a utilização, tal como o nome diz, com uma só mão. Mas se o ecrã do S8 já era bom, o facto de agora termos ainda mais ecrã AMOLED é simplesmente fenomenal. O Infinity Display torna a experiência de utilização muito boa mesmo, tornando o browsing de sites que estejam desenhados para smartphones uma utilização muito agradável.

Tal como na versão mais pequena, o ecrã Super AMOLED de resolução 2960x1440 pixeis revelou-se sem mácula tanto em condições de luminosidade interior como na rua com o brilho intenso do sol, onde com algum brilho é perfeitamente possível utilizar este excelente ecrã de uma forma que nenhum outro smartphone tinha conseguido até hoje (a nível de experiência pessoal).

A nível de protecção deste ecrã magnífico, e do Galaxy S8+ em si, temos resistência a água e poerias, devido ao certificado IP68 que possui.

Tendo em conta que a interface é a mesma que no S8, não é de espantar que no menu de arranjo de aplicações, podemos escolher o modo de arranjo das mesmas, conforme as nossas necessidades ou gostos.

 

Já o ecrã das notificações e toggles agr encontra-se enquadrado como sendo uma sombra, em detrimento de uma barra sólida, de modo a aumentar a sensação de um display enorme.

Derivado do enorme ecrã do S8+ é uma delícia fazer multitasking com este dispositivo. Assim sendo, temos a possibilidade de enquadrar várias aplicações exactamente como queremos, de modo a ter as partes úteis de cada uma visíveis! Tudo isto ocorre de maneira muito rápida, pelo que não temos problemas nenhum a comutar entre aplicações caso necessário.

No que toca ao ecrã edge temos diversas opções possíveis, desde ter contactos, atalhos, passando mesmo a informações sobre o sistema (bateria e afins), pelo que podemos utilizar este espaço extra para ter mais informação! Para quem goste de utilizar o telemóvel só com uma mão a Samsung incluiu um modo que nos deixa reajustar o tamanho das aplicações no ecrã com um toque triplo no botão “home”.

O kit de software incluído no S8+ é justamente o que precisamos para uma experiência de utilização agradável, restando ver como o S8+ se porta nos benchmarks!

Performance

Tanta conversa e ainda não explicitámos o que se encontra a alimentar todos estes píxeis. Ora bem no, tal como no S8, no S8+ encontramos o Samsung Exynos Octa 8895 a funcionar a 2.3 GHz, que é composto por quatro cores Samsung Exynos M1 a 2.3 GHz e quatro cores low-power Cortex-A53 a 1.7 GHz. Este processador encontra-se acopolado a 4GB de memória RAM que farão a tarefa de correr todo e qualquer jogo sem problemas. A parte gráfica está a cargo da Mali-G71 MP20.

O nosso benchmark de fluidez irá ser como sempre o Real Racing 3, que como verificamos no vídeo que colocámos no nosso YouTube não apresenta ser um problema para este Galaxy S8.

 

A nível de performance sintética, resolvemos testar o S8+ em três aplicações: Antutu,  GeekBench e 3dMark. Em todsoos casos temos uma performance de topo de gama, tal como seria de esperar. Já o resultado de Antutu pode ser encontrado no nosso unboxing ou seja, 172871.

Autonomia

 

O Samsung Galaxy S8+ tem um ecrã de maiores dimensões, pelo que a Samsung não se podia limitar a colocar uma bateria de 3000 mAh. Assim sendo vemos esta bateria a ser aumentada para os 3500 mAh, de modo a oferecer uma experiencia de utilização similar. No que toca à sua utilização, é possível chegar ao dia e meio de utilização com uma utilização muito moderada de dados e alguma internet. Ainda assim nada como carregar o dispositivo todos os dias de modo a não ter surpresas desagradáveis e poder utilizar todo o “sumo” que o S8 tem para dar. Todavia, tal como no caso do Galaxy S8, caso algum dia se esqueçam de carregar o telemóvel durante a noite, a Samsung incorporou um modo de poupança de bateria extremo que utiliza um fundo completamente preto, desliga quase todas as características de interesse, mas realmente consegue fazer com que a bateria dure muito mais. Em geral apesar do maior ecrã, verificamos que para as mesmas tarefas este S8+ dura ligeiramente mais a nível de bateria do que o Galaxy S8 comum.

No que toca ao carregamento, este é feito com o carregador da Samsung com Adaptive Charging, demorando cerca de 1 hora e 30 mins para uma carga completa.

 

Câmara

Aquilo que sempre é reconhecido como um dos principais trunfos da Samsung volta a estar em destaque… A sua câmara é de apenas 12MPix Dual Pixel, estando tanto no S8 como no S8+. Teoricamente nada mudou para a sua implementação no S7, pelo menos a nível de hardware. Continuamos a ter f/1.7, lente equivalente de 26mm, autofoco de detecção de fase, OIS e um flash LED simples. O que mudou foi o software sobre o qual o hardware corre, com um novo pós processamento que faz imagens absolutamente fantásticas. Na teoria o que isto faz é uma espécie de HDR, tirando várias fotos de modo a remove ruído e artefactos da foto final.

A nível de interface de câmara, esta é muito simples de utilizar, sendo que para gravar um vídeo não existe parte dedicada para tal na interface de utilizador. Temos também toda uma diversidade de filtros que são fáceis de utilizar e ajustar.

Para os utilizadores que se pensem mais profissionais e capazes de dominar todas as definições, a Samsung inclui também um modo Pro da sua câmara onde podem modificar diversas características da câmara.

No que toca a qualidade de vídeo temos vídeo a 4K 30Fps ou então 1080p 60 fps, pelo que vos resta optar qual destas versões preferem, sendo que ambas têm excelente qualidade. brevemente iremos ter o vídeo de demonstração.

 

Em suma, a câmara continua a ser uma das mais valias da Samsung, ideais para quem pretende deixar a grande dSLR em casa, mas ainda assim tirar fotografias com muita qualidade.

Não notaram qualquer tipo de diferença para a câmara do S8 a não ser as samples, uma vez que o software implementado é o mesmo.

Conectividade

Para estarmos sempre ligados com o mundo que nos rodeia, o Galaxy S8+ conta com Gigabit LTE, e esta versão conta com Single SIM. Mas existirá uma versão que conta com Dual SIM. A nível de conectividade local, temos dual-band Wi-Fi a/b/g/n/ac. Outras das novidades é o novo Bluetooth 5, com velocidades de transferência de até 2 Mbps, podendo estar ligado a duas colunas ao mesmo tempo, se bem que os dispositivos possam não estar sincronizados.

No teste que fizemos realmente nota-se alguma latência entre cada coluna pelo que a utilização ideal desta potencialidade é para dois equipamentos Bluetooth in-ear (por exemplo, headphones ou in-ear monitors).

Para posição temos GPS, GLONASS, BDS e Galileo. Temos também o Samsung Pay, sendo que este S8+ permite simular a tira magnética de um cartão de crédito magnético. Temos o “já” comum NFC para pagamentos ou simplesmente conectar periféricos.

É possível fazer output de vídeo através da interface USB-C para uma resolução de até 4k a 60 fps, desde que tenhamos o adaptor correcto, enquanto que para streaming wireless temos o Miracast e Google Cast.

 

Multimédia

Se o Galaxy S8 já era excelente como dispositivo para consumo de conteúdo multimédia, o que dizer do grande Galaxy S8+? As polegadas extra certamente ajudam no que toca a ver filmes e séries, sendo que os 64GB de memória significam que no interior temos perto de 50 GB de memória livre para utilizar ao nosso gosto. O excelente ecrã Infinity Display está aqui no seu maior tamanho, sendo um prazer para observar conteúdo widescreen (sendo que não estando bem no formato 21:9, qualquer conteúdo wide fica bem adaptado). Mas para quem os 64GB não chegam temos um slot microSD que permite adicionar ainda mais armazenamento. Algo que é ideal para quem gosta de ter a sua coleção musical on-the-go. Assim sendo devemos também referir que o jack do S8+ é uma saída que apresenta praticamente 0 distorção ao longo da gama de frequências. Tal facto permite que amplifiquemos esta saída sem qualquer problema, tornando o S8+ num brinde perfeito para audiófilos. A app incluída para reprodução musical é o Play Music, mas a preferência pessoal recair no AIMP music player.

A nível de modificar o som ao nosso gosto, aqui podemos ver que temos um equalizador de 9 bandas que permite utilizar o som como preferimos, assim como optimizadores de som que permitem, por exemplo, simular um amplificador a válvulas, tornando o sim assim mais quente e rico.

De notar que a qualidade de som da coluna incluída é muito boa tanto em detalhe como em volume, para a espessura deste telemóvel. É possível ouvir um diálogo de uma série por exemplo sem qualquer problema, pois o som não é demasiadamente fino e metálico, sendo articulado de modo a ser percetível alguns pequenos detalhes.

A qualidade de chamada também não tem nada a apontar, sendo sublime, tanto a nível do nosso microfone como de som. A nível de rede não notámos perdas de rede, sendo o sinal muito estável.

Bixby

O Bixby é um plano a implementar a longo prazo sendo que nesta fase inicial e em Portugal funciona sobretudo como um organizador que mostra algumas informações importantes num só local. Mas como podem observar na imagem acima é suposto ter reconhecimento de voz e suportar outras funções no futuro

Uma das funções que achei mais divertida, não necessariamente por utilidade, é a app Bixby Vision que permite identificar (com um grau de precisão um pouco por baixo… mas fica a ideia) objectos através de fotografias. Esta app decifra também QR codes. Em geral é um conceito muito engraçado por parte da Samsung, sobretudo por se integrar com a Cloud da marca!

 

Conclusão

Positivo

+ Ecrã AMOLED ainda maior!

+ Performance fantástica

+ Câmara impecável

+ Acabamento muito bom

Negativo

- Posicionamento pouco natural do sensor de impressões digitais

Preço de venda médio: 819,90 €

Performance:9.5/10

Preço:7/10

Qualidade de Construção: 9.5/10

Geral: 9.5/10

Tal como no irmão Galaxy S8, se o único inconveniente que podemos apontar num smartphone é a posição do sensor de impressões digitais, a marca que concebeu esse smartphone encontra-se a fazer algo correctamente. O Samsung Galaxy S8+ é a versão definitiva do Samsung Galaxy para quem precise, ou simplesmente goste de um ecrã maior, que nesta geração está ainda melhor e maior, com a ajuda do Infinity Display. Como sempre temos acabamentos de topo de gama com vidro Gorilla Glass 5 a revestir tanto a traseria como a parte frontal. E a performance é também ela de topo, estando o Galaxy S8+ nesta versão com o Exynos 8895 no topo da lista de performance do Antutu juntamente com os dispositivos da Apple. Ah e a câmara é também ela muito possivelmente das melhores que podem encontrar num smartphone, pois a característica Dual Pixel encontra-se melhorada nesta nova versão do Galaxy! Obviamente que tudo isto tem um preço, mas tendo em conta a possibilidade de revenda no nosso país, para quem pode, certamente o Samsung Galaxy S8+ é um smartphone que não irá desapontar!

 

Obrigado à Samsung por ter disponibilizado o Samsung Galaxy S8+ para análise!

 

showplus

  • Patrocinadores do nosso website
  • Patrocinadores do nosso website
  • Patrocinadores do nosso website
  • Patrocinadores do nosso website
  • Patrocinadores do nosso website
  • Patrocinadores do nosso website
  • Patrocinadores do nosso website
  • Patrocinadores do nosso website
Share on Myspace
Realtime website traffic tracker, online visitor stats and hit counter